Wilson Witzel deve prorrogar isolamento social no Rio de Janeiro

Publicado: terça-feira , 28 de abril 2020 10:17

Foto: EFE/ Antonio Lacerda

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Vitzel, deve renovar nesta semana, por pelo menos mais 15 dias, as medidas de isolamento impostas por conta da pandemia do coronavírus. O decreto que trata da restrição vence no dia 30.

Entretanto, a recomendação dos profissionais de saúde é que Witzel prorrogue a quarentena, pelo menos, até o dia 15 de maio. Não faltam motivos para a prorrogação, a perspectiva é que o pico seja atingido no Rio de Janeiro nos próximos dias.

Ao todo, quase 650 pessoas já morreram vítimas de covid-19 no Estado e há uma subnotificação de casos fatais e não fatais. A perspectiva, inclusive, é que registrem em torno de 8 mil casos na capital e 10 mil em todo o estado.

Entre os motivos para a renovação da quarentena está também a falta de leitos para pacientes com o coronavírus, já que o estado chegou a atingir 80% da capacidade hospitalar e já contava com fila de espera.

No final de semana, foi inaugurado o primeiro hospital de campanha, no Leblon, bancado pela iniciativa privada e com valor de R$ 45 milhões. No loca, são 80 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI).

Em maio será a vez do hospital de campanha do Maracanã ser inaugurado, com 400 leitos disponíveis, sendo 80 de UTI.

Há ainda escassez de profissionais médicos. Quase 15 profissionais da área da saúde já morreram com a pandemia de covid-19, outros 2 mil estão afastados pela contaminação pela doença.

Fonte: Jovem Pan

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC