Senadores apoiam implantação do Centro de Desenvolvimento Regional do Pará

Publicado: quinta-feira , 09 de julho 2020 10:23

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), e o senador Zequinha Marinho (PSC-PA), que integra o colegiado, participaram nesta terça-feira (7) da 1ª oficina de implementação do Centro de Desenvolvimento Regional (CDR) do Pará, na Região Metropolitana de Belém. O encontro apresentou o trabalho desenvolvido pelo centro na Amazônia até o momento. A comissão do Senado tem apoiado a implantação desses centros pelo país.

O evento, promovido pela Associação BioTec-Amazônia, responsável pelo CDR, foi realizado no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará, em Belém. Além dos senadores, a oficina reuniu, de forma presencial e remota, prefeitos de municípios do Pará, representantes de órgãos e de universidades.

Zequinha Marinho afirmou que destinará emendas parlamentares ao Orçamento da União para o projeto. Ele destacou a importância do CDR para o estado.

— É um dia importante para o estado do Pará. O CDR está dando certo em várias regiões do país. Chegou a nossa vez. Vou colocar os recursos que o CDR vai precisar. Esse projeto articula ciência, tecnologia e pesquisa com economia. A BioTec vai nos ajudar a fazer do Pará aquilo que ele merece — apontou o senador durante o evento.

Izalci destacou a importância do projeto no incentivo ao desenvolvimento das vocações regionais.
— Quero parabenizar a iniciativa do senador Zequinha Marinho de instalar no Pará o CDR, com a integração da universidade, do setor empresarial e do governo. Esse projeto ajuda a comunidade local a desenvolver suas aptidões na própria região. É um projeto importantíssimo — afirmou.

Projeto
Esse é o primeiro projeto-piloto de Centro de Desenvolvimento Regional (CDR) na região amazônica. O centro deve promover uma articulação entre universidades e o mercado para discutir e implantar agendas de base técnico-científica para atender e estimular a economia da região.

A coordenação geral do projeto é do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGGE), organização social ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), que já desenvolve projetos similares em Campina Grande (PB), Bagé (RS), Itapeva (SP), Brasília (DF) e Triângulo Mineiro.

Fonte: Agência Senado

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC