Eleições 2020: horário de votação é ampliado em uma hora

Publicado: terça-feira , 01 de setembro 2020 10:29

Eleitores com mais de 60 anos terão horário preferencial para votação

Imagem: A Tribuna RJ

O horário de votação nas eleições municipais 2020 será estendido em uma hora. Os eleitores poderão votar das 7h às 17h e os eleitores com mais de 60 terão horário preferencial para votar. Para os idosos, o horário preferencial de votação nas eleições 2020 será das 7h às 10h.

Cerca de 148 milhões de eleitores estão aptos a participar das eleições municipais. Em Santa Catarina, o número de eleitores é de 5,2 milhões. Joinville, Florianópolis e Blumenau são as cidades com maior número de eleitores.

As eleições 2020 têm o primeiro turno marcado para 15 de novembro e o segundo turno marcado para 29 de novembro.

De acordo com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, a decisão de ampliar o horário de votação nas eleições de 2020 em uma hora é por conta da pandemia de coronavírus. A ampliação do horário de votação é para garantir mais tempo para que eleitores votem com segurança e tentar reduzir as possibilidades de aglomeração nos locais de votação.

Conforme o TSE, a antecipação do início da votação para 7h, ao invés da extensão para 18h, atende a solicitação dos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE). – Após ouvirmos os presidentes de Tribunais Regionais Eleitorais e os respectivos diretores-gerais, ficou decidido, por unanimidade, que este horário será de 7 horas da manhã às 17 horas. Não foi possível estender para mais tarde do que isso porque, em muitas partes do Brasil, depois dessa hora, há dificuldade de transporte e há problemas de violência – afirmou o ministro.

Barroso lembrou ainda que o TSE adotará “todas as medidas possíveis e razoáveis” para garantir a segurança dos eleitores e mesários no dia da votação. Ele lembrou que um grupo de empresas e de entidades de classe doará equipamentos de proteção individual, como máscaras, protetores faciais (face shiels) e álcool em gel e spray para quem trabalhar na eleição, além de álcool em gel para que eleitores higienizem as mâos nas seções de todo o país.

Barroso ressaltou que, apesar do momento delicado para a saúde pública do país, os eleitores podem e devem exercer o direito do voto – com todos os cuidados necessários -, uma vez que esse é o instrumento pelo qual os cidadãos definem os rumos do país.

Fonte: NCS Total

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC